MENU
Instale a nossa App
Abrir
 » CASA E ERMIDA DE NOSSA SENHORA DO PÓPULO
CASA E ERMIDA DE NOSSA SENHORA DO PÓPULO

Casa e Ermida de Nossa Senhora do Pópulo

A Devoção A La Madona del Populo

 

Freguesia: Rosário
Tipo: Séc. XVII Arquitetura Civil e Religiosa
Classificação: Imóvel de Interesse Municipal (Resolução n.º 103/2000, de 6 de Julho, publicado no Jornal Oficial, I Série, n.º 32)

 

A Ermida de Nossa Senhora do Pópulo terá sido fundada no final do século XVII, por Jacques de Padron, negociante francês estabelecido em Ponta Delgada, e sua cônjuge Luzia de Medeiros, que a edificaram devido a um chamamento. Logo, dedicaram-na à imagem de uma santa italiana, La Madona del Populo, que por sua vez define a génese da denominação de “Pópulo.”

Segundo informações deixadas pelo Padre João José Tavares, “ a edificaram numa sua vinha sita no distrito da freguesia de São Roque, conforme ele (Jacques de Padron) diz em testamento, aprovado a 8 de novembro de 1695.” Segundo conta o mesmo historiador “ aos fundadores foi concedido erigir a ermida por provisão de 10 de março de 1676 do Bispo D. Frei Lourenço de Castro, com a cláusula de a dotarem com o foro anual de 2$00 reis, por escritura pública.” Por alvará da mesma data e proveniência foi-lhes também concedida licença para nela levantarem um altar de pedra. Refere também o Padre João José Tavares que “por outro alvará de 5 de outubro do mesmo ano mais lhe concedeu D. Frei. Lourenço, que nela se pudesse celebrar missa, a primeira das quais devia ter sido dita já depois de 5 de agosto de 1678, data em que o Padre Álvares Cabral declarava ter inspecionado a ermida como lhe fora determinado por alvará”. O mesmo estudioso continua com uma curiosa descrição etnográfica: “pouco antes de desembarcarem as tropas liberais, a duquesa da Terceira, então condessa de Vila Flor, que estava em Angra em companhia de seu marido, dava sempre com a vista na ermida do Pópulo, quando ele abria o mapa de São Miguel para estudar os pontos de ataque. Por esse motivo, fez uma promessa à Senhora do Pópulo pelo bom êxito da empresa do exército libertador. E, tomada a ilha de São Miguel, a Duquesa da Terceira, acompanhada de algumas damas e dos principais chefes do exército, foi ao Pópulo pagar a sua promessa. “Como outra nota curiosa, refere a mesma fonte, que nesta ermida casou o falecido Dr. José Pereira Botelho”.

O conjunto geral apresenta uma planta em U, desenvolvendo-se em torno de um pátio, delimitado de um lado pela ermida e edifício anexo ao tardoz desta, do outro, pelo edifício de habitação. A ermida apresenta caraterísticas da arquitetura chã, de influência barroca, estilo sóbrio, linhas simples e austeras. Na janela esquerda da porta principal tem gravado 16 e na da direita apresenta o número 76, o que alude a 1676, data do ano da sua fundação. No seu frontispício, apresenta-se gravada na pedra a inscrição referente a Nossa Senhora do Pópulo.

Atualmente, a Casa e Ermida de Nossa Senhora do Pópulo, está sobre a alçada de João Luís Cabral de Lima Albergaria e é considerada pelo Governo Regional Imóvel de Interesse Municipal.

 

Imprimir
Imprimir
Recuar
Recuar
Avançar
Avançar
Calendar
Title and navigation
<<<Agosto 2017>>>
Agosto 2017
dstqqss
303112345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
3456789

Não existem eventos

Ver mais
OPJ 2017
Lagoa Investe
Avisos
Leituras de Água
Editais da Câmara
Ver Links Úteis
2015 Câmara Municipal de Lagoa-Açores. Todos os direitos reservados