MENU
Abrir
 » CASA E ERMIDA DE NOSSA SENHORA DO PÓPULO
CASA E ERMIDA DE NOSSA SENHORA DO PÓPULO

Casa e Ermida de Nossa Senhora do Pópulo

A Devoção A La Madona del Populo

 

Freguesia: Rosário
Tipo: Séc. XVII Arquitetura Civil e Religiosa
Classificação: Imóvel de Interesse Municipal (Resolução n.º 103/2000, de 6 de Julho, publicado no Jornal Oficial, I Série, n.º 32)

 

A Ermida de Nossa Senhora do Pópulo terá sido fundada no final do século XVII, por Jacques de Padron, negociante francês estabelecido em Ponta Delgada, e sua cônjuge Luzia de Medeiros, que a edificaram devido a um chamamento. Logo, dedicaram-na à imagem de uma santa italiana, La Madona del Populo, que por sua vez define a génese da denominação de “Pópulo.”

Segundo informações deixadas pelo Padre João José Tavares, “ a edificaram numa sua vinha sita no distrito da freguesia de São Roque, conforme ele (Jacques de Padron) diz em testamento, aprovado a 8 de novembro de 1695.” Segundo conta o mesmo historiador “ aos fundadores foi concedido erigir a ermida por provisão de 10 de março de 1676 do Bispo D. Frei Lourenço de Castro, com a cláusula de a dotarem com o foro anual de 2$00 reis, por escritura pública.” Por alvará da mesma data e proveniência foi-lhes também concedida licença para nela levantarem um altar de pedra. Refere também o Padre João José Tavares que “por outro alvará de 5 de outubro do mesmo ano mais lhe concedeu D. Frei. Lourenço, que nela se pudesse celebrar missa, a primeira das quais devia ter sido dita já depois de 5 de agosto de 1678, data em que o Padre Álvares Cabral declarava ter inspecionado a ermida como lhe fora determinado por alvará”. O mesmo estudioso continua com uma curiosa descrição etnográfica: “pouco antes de desembarcarem as tropas liberais, a duquesa da Terceira, então condessa de Vila Flor, que estava em Angra em companhia de seu marido, dava sempre com a vista na ermida do Pópulo, quando ele abria o mapa de São Miguel para estudar os pontos de ataque. Por esse motivo, fez uma promessa à Senhora do Pópulo pelo bom êxito da empresa do exército libertador. E, tomada a ilha de São Miguel, a Duquesa da Terceira, acompanhada de algumas damas e dos principais chefes do exército, foi ao Pópulo pagar a sua promessa. “Como outra nota curiosa, refere a mesma fonte, que nesta ermida casou o falecido Dr. José Pereira Botelho”.

O conjunto geral apresenta uma planta em U, desenvolvendo-se em torno de um pátio, delimitado de um lado pela ermida e edifício anexo ao tardoz desta, do outro, pelo edifício de habitação. A ermida apresenta caraterísticas da arquitetura chã, de influência barroca, estilo sóbrio, linhas simples e austeras. Na janela esquerda da porta principal tem gravado 16 e na da direita apresenta o número 76, o que alude a 1676, data do ano da sua fundação. No seu frontispício, apresenta-se gravada na pedra a inscrição referente a Nossa Senhora do Pópulo.

Atualmente, a Casa e Ermida de Nossa Senhora do Pópulo, está sobre a alçada de João Luís Cabral de Lima Albergaria e é considerada pelo Governo Regional Imóvel de Interesse Municipal.

 

Imprimir
Imprimir
Recuar
Recuar
Avançar
Avançar
Calendar
Title and navigation
<<<Maio 2017>>>
Maio 2017
dstqqss
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910

Ver mais
OPJ 2017
Lagoa Investe
Avisos
Leituras de Água
Editais da Câmara
Ver Links Úteis
2015 Câmara Municipal de Lagoa-Açores. Todos os direitos reservados